Informações


Festival

 
o que:
A 2a edição do Valongo Festival Internacional da Imagem acontece ao redor do bairro portuário do Valongo, espalhada entre casarões, edifícios históricos, museus, teatros e equipamentos públicos, da cidade de Santos. Na programação, simultaneamente, haverá workshops, exposições, mesas de debates, rodas de conversa, atividades públicas, exibições de filmes, shows e performances com convidados nacionais e internacionais.
O foco é a discussão em torno da imagem, em debates sobre linguagem, prática documental e artística para a construção da imagem de um país e o planejamento de seus novos rumos.

A entrada aos locais é inteiramente gratuita com inscrições feitas por ordem de chegada.

quando:
Entre os dias 04 e 08 de outubro

onde:
No bairro do Valongo, região portuária e central da cidade de Santos.

exposições:
Dando sequência à curadoria do primeiro ano, o espanhol Horacio Fernández (PhotoEspaña) organizou o circuito de exposições para o festival deste ano; são elas de Cristina De Middel e Bruno Morais, Patrícia Almeida e de António Júlio Duarte. Os casarões serão tomados por diferentes formatos expositivos, de videoinstalações a exibições ao ar livre, com ampliações suspensas e em grandes dimensões, utilização de suportes alternativos e lambe-lambes pelas ruas.

visitas guiadas:
1. Visita guiada | Excessossenus
com Cristina de Middel + Bruno Morais + Horacio Fernández
quando: 05.10.2017 — 14h
onde: Frontaria Azulejada

2. Visita guiada com tradução para libras exposição Excessossenus
quando: 07.10.2017 — 10h
onde: Frontaria Azulejada

3. Visita guiada I Minha vida irá mudar + Não tenho medo porque não tenho nada | com Patrícia Almeida + Horacio Fernandez
quando: 06.10.2017 — 11h30
onde: Arcos do Valongo

4. Visita guiada I Mercúrio + White noise + O candidato | com António Júlio Duarte + Horacio Fernánde
quando: 07.10.2017 — 11h30
onde: Arcos do Valongo

workshops:
São atividades educativas divididas em 3 núcleos: workshops / imersões / laboratórios

Imersão: ouvir e ser ouvido por quem sabe. Uma imersão de 1 dia no conhecimento e na experiência de profissionais de destaque na sua área de atuação.

Workshop: ouvir, ser ouvido e praticar com quem sabe; 2 a 3 dias fazendo junto com os melhores na sua área.

Laboratório: prevê a execução de um projeto coletivo, onde os participantes saem do festival com um produto final.

política de bolsas:
Com o objetivo de dar suporte a uma nova geração de artistas interessada em dominar todas as etapas do processo criativo – reflexão, produção, edição e distribuição de projetos – o VALONGO FESTIVAL INTERNACIONAL DA IMAGEM 2017 oferece um programa de bolsas de estudos integrais para os workshops que acontecerão no festival.

saiba +

arena:
Um espaço simbólico criado para fomentar reflexão e discussão acerca da imagem, da representação, de novos rumos e ideias. As arenas se dão em diferentes locais ocupados pelo festival e sugere formas alternativas de trocas, debates e de resistência através da produção de imagens.

reflexão, pensamento e narrativas visuais contemporâneas
mestre de cerimônias: Renata Simões
onde: teatro Guarany
quando: 04 a 07.10.17 — 18h às 19h30 e 20h às 21h30
o que: 7 mesas ao longo do festival, entre os convidados Cristina de Middel, Fernando Lemos, Jonathas de Andrade, Diane Lima, Marcelo Gomes, Lívia Aquino e Cao Guimarães.
como: mediante ordem de chegada, gratuito, capacidade máxima de 300 pessoas

debates na arena
onde: auditório do museu Pelé.
quando: 05 – 08.10.17 – 11h – 12h30.
o que: uma série de debates matinais políticos e politizados acerca da cultura, educação e temas contemporâneos.
onde: Museu Pelé.
como: mediante ordem de chegada, capacidade máxima de 100 pessoas.

uma noite com Rincon Sapiência
onde: Arcos do Valongo
quando: 04.10.17 — a partir das 22h
o que: bate-papo entre convidados e o rapper Rincon Sapiência + pocket show + dj
como: gratuito

espaço coletivo de publicações:
O Espaço Coletivo de Publicações, é o espaço para a discussão sobre publicações e fotografia no Valongo. O galpão, recentemente renovado, contará com uma série de atividades ao longo de todos os dias do festival com um foco especial em fotolivros, zines e impressos ligados à imagem fotográfica. Pelo segundo ano consecutivo o Espaço Coletivo de Publicações contará com uma edição da Feira Plana, com vinte e cinco expositores, selecionados pela curadora e organizadora da Plana, Bia Bittencourt. Também estarão presentes a Livraria Madalena, o Print Lab, coordenado por Jordi Burch e um pequeno lounge para promover encontros e conversas. A grande sala de aula contará com leituras de fotolivros pelas manhãs, com leitores como André Penteado, Inês Bonduki, Cristina de Middel, Felipe Abreu, entre outros. Uma ótima oportunidade de apresentar trabalhos em andamento que buscam o livro como seu formato final. Além dessas conversas, o espaço também contará com lançamentos de livros e mesas de debate com os temas Fotografia e Política, Íntimo e Representatividade, Fotografar o Outro e mais. Estas mesas se apresentam como forma de aprofundar a discussão e criar pontes entre os livros lançados no festival. Ao final das tardes de quinta a sábado, o Espaço Coletivo de Publicações receberá dois programas de projeções. Serão apresentados os vídeos selecionados na convocatória de bonecos de fotolivros e uma série de três vídeos que apresentarão trabalhos de 40 fotógrafos emergentes de todo o país, com curadoria da revista OLD. Assim o Espaço conta com uma programação diversa, pensada para aprofundar as discussões em torno das relações entre impresso e fotografia, construindo mais um polo de pensamento e criação dentro do Valongo Festival Internacional da Imagem.

leitura de fotolivros:
O Espaço Coletivo de Publicações receberá leituras de fotolivros, bonecos e trabalhos em desenvolvimento durante as manhãs de quinta, sexta, sábado e domingo. As conversas terão duração de 20 minutos e o investimento por leitura é de R$ 75,00. As inscrições deverão ser enviadas para o e-mail revista.old@gmail.com indicando o leitor e dia desejado. Os leitores são editores, artistas e curadores. Veja a lista de confirmados abaixo: André Penteado, Coletivo Amapoa, Vibrant, Bia Bittencourt, Felipe Abreu, Inês Bonduki, Walter Costa, Marco AF e Tiago Coelho.

convocatórias:
Nesta edição do Valongo terão 3 convocatórias diferentes abertas a participação do público em geral.

1. Em parceria com a revista OLD, o Valongo Festival da Imagem abre sua convocatória para bonecos de fotolivros, que serão apresentados durante as projeções noturnas realizadas no festival. Os bonecos deverão ser apresentados em formato vídeo, com especificações detalhadas nesta convocatória. Os três melhores envios serão premiados e uma série de outros bonecos serão selecionados como finalistas e apresentados durante o festival. Podem participar desta convocatória fotógrafos profissionais e amadores que tenham um boneco de fotolivro não publicado, por editora ou de maneira independente, sem restrição de nacionalidade ou residência. Os três autores premiados devem confirmar sua presença no Valongo, de 04 a 08 de Outubro de 2017, para o recebimento dos prêmios. As inscrições devem ser feitas até o dia 10 de Setembro de 2017, através desse link: https://valongo.com/convocatoria-fotolivros/

2. Também em parceria com a revista OLD, a convocatória para uma exposição coletiva que será realizada durante o festival. As propostas deverão ser enviadas como pdf ou como link direto para download. Serão selecionados trabalhos de até 20 autores emergentes para compor a mostra. Sobre o tema: O Brasil está passando por um momento de profundas mudanças estruturais e incertezas. Entendemos que a melhor maneira de compreender este processo é através da imagem, vendo e discutindo seu significados. Buscamos trabalhos que reflitam sobre a realidade em que estamos inseridos, das maneiras mais variadas possíveis, para que assim possamos aprofundar a discussão sobre o Brasil que queremos construir. Para saber mais acesse: https://valongo.com/convocatoria-old/

3. O Valongo Festival Internacional da Imagem 2017 decidiu convocar, agora em sua 2ª edição, fotógrafos/jornalistas/designers interessados em construir coletivamente a peça gráfica/catálogo/revista do festival. Este ano o catálogo do Valongo Festival se pretende uma experimentação. Sua feitura será viva e coletiva. Formaremos uma equipe através de uma chamada aberta, onde talentos e vontades serão distribuídas, para que possamos imprimir e entregar às pessoas uma publicação produzida e impressa durante o próprio festival. Aprenderemos uns com os outros numa espécie de oficina editorial coordenada por Bia Bittencourt e Ekaterina Kholmogorova e assinaremos em conjunto essa obra ainda disforme cujo conteúdo será capturado durante os dias de festival. Buscamos interessados em texto, edição, design, ilustração, fotografia, produção gráfica e distribuição para que possamos enriquecer as discussões e experimentações em todas as etapas da criação de uma publicação impressa e periódica nesse laboratório investigativo de invenção. As inscrições vão até 24 de setembro de 2017. https://valongo.com/convocatoria-catalogo/

territórios + parcerias:
Ações dos parceiros espalhadas pela região do Valongo Festival como performances, bate-papos, discussões e o Esquenta Valongo: atividades culturais associadas ao festival que acontecem antes do seu início, para aquecer a região e o público de Santos.

artes do valongo:
Disponibilizamos todos os nossos pôsteres em alta resolução para você salvar, imprimir, compartilhar e espalhar o Valongo por onde quiser.

monitores para as expossições:
quando: 04.10.2017 a 08.10.2017 — 10 às 13h e 14 às 19h

pontos de informações:
onde: Praça dos Andradas, Praça Mauá, SeTur, Museu Pelé e Rua XV de Novembro

#voudebonde
haverá um bonde gratuito para os frequentadores do festival seguindo a seguinte rota: Setur/Museu Pelé – ECP – Bolsa do Cafe – Praça Mauá/Prefeitura – Rua XV / Praça dos Andradas – Frontaria Azulejada

imprensa:
para cadastramento e informações entrar em contato com Juliana Gola no e-mail imprensa@valongo.com ou no tel +55 (11) 99595-2341

Santos



 

1. CADEIA VELHA

Praça dos Andradas, s/n

2.MUSEU PELÉ

Largo Marquês de Monte Alegre, s/n

3.RUÍNAS DO VALONGO

Rua do Comércio, 103

4. SETUR (SECRETARIA MUNICIPAL DE TURISMO)

ESTAÇÃO DO VALONGO (BONDE)
R. Marquês de Herval, s/n

 

5. PRAÇA DOS ANDRADAS

6. CASA DA FRONTARIA AZULEJADA

Rua do Comércio, 92

7. ARCOS DO VALONGO

Rua Comendador Neto, 3

8. ESPAÇO COLETIVO DE PUBLICAÇÕES

Rua Tuiuti, 26

 

9. TEATRO GUARANY

Praça dos Andradas, 100

10. SEDUC (Secretaria Municipal de Educação)

Praça dos Andradas, 25-34

+ ARMAZÉM CULTURAL 11

+ SESC SANTOS

Estúdio Madalena

 
O Estúdio Madalena, fundado em 2002 pelo fotógrafo Iatã Cannabrava, é uma produtora cultural que tem a criação e a difusão da fotografia e seus desdobramentos como temas centrais de trabalho. A produtora reúne profissionais à frente de projetos de grande porte, muitos destes são projetos editoriais e de coordenação de eventos de peso como o Paraty em Foco – Festival Internacional de Fotografia, o E.CO – Encontro de Coletivos Fotográficos, o Fórum Latino-Americano de Fotografia de São Paulo (em parceria com o Itaú Cultural), e o Pensamento e Reflexão na Fotografia (em parceria com o Museu da Imagem e do Som de São Paulo – MIS). Em 2012 surgiu o Madalena Centro de Estudos da Imagem e desde então, a empresa vem se solidificando em outras áreas de atuação, criando uma livraria e um selo editorial, tornando-se uma das principais referências brasileiras quando se fala em espaços para reflexão sobre imagem. Em 2016, a fotógrafa nascida em Santos e mestre em Indústria Cultural pela Goldsmiths University of London, Thamyres Matorozzi se associou ao Estúdio Madalena. Idealizou, junto a Cannabrava, o Projeto Valongo e o seu desdobramento Valongo Festival Internacional da Imagem – que tem como meta a criação de um lugar voltado à pesquisa e prática da produção de imagens.